Sabias que o Rock in Rio assumiu Objetivos de Desenvolvimento Sustentável até 2030? ✅💛🌎
A Cidade do Rock de Lisboa é um evento lixo ZERO 👏🥳
Acede ao menu POR UM MUNDO MELHOR e fica a conhecer o nosso projeto de Sustentabilidade ♻️🤝
100% dos resíduos do festival são reciclados/valorizados 😎🤩

O essencial sobre os Foster the People

4 maio 2015

Foster the People, banda australiana que se popularizou com “Pumped Up Kicks”, atua no Rock in Rio USA a 8 de maio.

Depois de vários anos a escrever canções para publicidades, em 2009, Mark Foster, o fundador, juntou-se a Mark Pontius e a Cubbie Fink  para formar os Foster the People. Um ano depois, Foster escreveu “Pumped Up Kicks”, o primeiro sucesso viral que catapultou a banda de Los Angeles para os principais tops de música.

Em 2011 chegou o primeiro álbum. “Torches” entrou diretamente para o oitavo lugar do top Billboard 200, vendendo mais de 30 mil cópias na primeira semana.

The Edge, vocalista dos U2, elegeu o primeiro disco dos Foster The People como um dos seus favoritos, considerando o disco “muito interessante, verdadeiro pop do século XXI”.

“Supermodel”, o segundo álbum editado pela banda, saiu em 2014 e no primeiro dia alcançou o primeiro lugar no iTunes em vários países.

Porquê Foster the People?

O nome inicial da banda era “Foster & The People”, porém a banda achou que não soava bem ao ouvido e simplificou. Para os Foster the People o nome vai de encontro ao espirito da banda, que se assume como uma espécie de família.

O primeiro sucesso

“Pimped Up Kicks” é o maior sucesso dos Foster the People.  Apesar da canção ser alegre, segundo o vocalista, o tema foi escrito a partir da perspetiva de um adolescente com pensamentos homicidas e centra-se nas questões da violência armada.

Os fãs

Se os fãs de Taylor Swift são “Swifters”, os fãs dos Foster the People são conhecidos por “Fosterers”. O termo surgiu naturalmente entre alguns admiradores da banda da Califórnia e rapidamente foi adotado por todos.

share
buy ticket
buy ticket Comprar
Bilhete