Sabias que o Rock in Rio assumiu Objetivos de Desenvolvimento Sustentável até 2030? ✅💛🌎
A Cidade do Rock de Lisboa é um evento lixo ZERO 👏🥳
Acede ao menu POR UM MUNDO MELHOR e fica a conhecer o nosso projeto de Sustentabilidade ♻️🤝
100% dos resíduos do festival são reciclados/valorizados 😎🤩

Rock in Rio: Maroon 5 com comboio de ‘hits’ pop

29 maio 2016

Os norte-americanos Maroon 5 encerraram hoje o quarto dia do Rock in Rio Lisboa com um concerto de ‘hits’ pop, ao qual a chuva deu tréguas, para gáudio dos milhares que passaram pela ‘cidade do rock’.

À espera dos Maroon 5 esteve a maior enchente registada este ano, no Rock in Rio Lisboa: 85 mil pessoas, de acordo com a organização.

Passava pouco da hora marcada, 23:45, quando a banda liderada por Adam Levine entrou em palco. O espetáculo, um comboio a alta velocidade com poucas paragens, arrancou com “Animals”, ‘single’ do mais recente trabalho da banda, “V”, editado em 2014.

Música após música, o público foi acompanhando os Maroon 5 com palmas, gritos, luzes de telemóveis, ‘oh oh oh’, ‘la la la’ e os refrões na ponta da língua.

Pausas, só para os habituais “obrigada” e “adoramos-vos”. Pelo meio, Adam Levine garantiu que o público do Rock in Rio Lisboa, ao contrário do norte-americano, “tem um ritmo magnífico”.

Além de terem sido, até agora, o cabeça de cartaz com mais público, os Maroon 5 foram também o que deu o concerto mais curto, cerca de uma hora e meia.

No alinhamento não faltaram temas mais antigos, como “This love”, “Sunday morning” e “She will be loved”, do álbum de estreia da banda, “Songs about Jane”, de 2002, e outros mais recentes, “Payphone”, de “Overexposed” (2012), e “Moves like Jagger”, de “Hands all over” (2010).

Para encerrar o espetáculo, a banda escolheu “Sugar”, mais um ‘hit’, este do álbum “V”.

A sétima edição do Rock in Rio Lisboa termina hoje, com o DJ e produtor sueco Avicii e a norte-americana Ariana Grande.

De Maroon 5 a Ivete Sangalo: As imagens do quarto dia do Rock in Rio

 

share
buy ticket
buy ticket Comprar
Bilhete